MPRO

Forros com tecnologia de troca térmica impulsionam performance no pedal

A troca térmica em forros de bermudas para ciclismo permite um melhor desempenho para os esportistas que se aventuram a percorrer longas distâncias sobre duas rodas.
Por isso, o artigo de hoje explica em detalhes a função da troca térmica na prática do pedal.
Continue a leitura e confira as principais informações!

Entenda o processo de troca térmica em forros de bermuda para ciclismo

A física explica que a troca térmica (ou troca de calor) acontece quando dois ou mais corpos com temperaturas diferentes são colocados em contato em um mesmo ambiente (sistema isolado) e, depois de certo tempo, alcançam o equilíbrio térmico.
Por mais que a definição citada possa ser de difícil compreensão para alguns, é exatamente ela que melhor descreve o processo das bermudas térmicas para ciclismo confeccionadas com forros de alta tecnologia.
Nem todos os forros de bermudas para ciclistas possuem a característica da troca térmica e, por isso, o material da peça deve ser escolhido conforme o local onde o pedal vai ocorrer. O poliéster é hidrofóbico e repele o suor, impedindo também que haja a troca térmica e podendo causar maior retenção do calor.
O tecido promove a troca térmica e a evaporação do suor, melhorando o desempenho do praticante e mantendo sempre a sensação de toque gelado.
Durante a prática esportiva, o atleta transpira e libera suor, que deve ser dissipado para não atrapalhar a performance de quem realiza a atividade. Quando a água absorvida demora para evaporar, as roupas ganham mais peso e proporcionam ao ciclista uma sensação desagradável de umidade.
Enquanto o algodão absorve cerca de 11% da água, a poliamida absorve apenas 4% – por isso, se você quer evitar o acúmulo de suor nas roupas em locais quentes, a poliamida sempre será a melhor opção. Por serem tecidos bastante respiráveis, eles tiram a umidade do suor e mantêm o seu corpo seco, com proteção aos danos do calor excessivo.
A troca térmica presente nos forros para ciclismo ajuda a manter a temperatura ideal do corpo, já que a tecnologia utilizada faz com que o contato entre a pele e o forro alcancem um equilíbrio térmico. Dessa forma, o ciclista usufrui de maior segurança, conforto e liberdade na hora de pedalar.

Vantagens da espuma de poliuretano na confecção de bermudas para ciclismo

Como citado em nosso artigo sobre a espuma de poliuretano e suas vantagens na confecção de bermudas para ciclismo, o forro fabricado com a espuma é responsável pela absorção de impacto entre o ciclista e o selim.
A espuma de poliuretano é projetada com o objetivo de compensar as diferenças de contato dos ísquios com selim, gerando o conforto necessário para a pedalada.
Além disso, como vimos no artigo de hoje, os forros que contemplam a tecnologia de troca térmica auxiliam na manutenção da temperatura ideal do corpo, garantindo maior conforto sobre duas rodas.
Então, gostou do artigo? Se as dicas citadas foram úteis para você, não deixe de compartilhar no WhatsApp e demais redes sociais!

Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.