MPRO

Como a tecnologia antiatrito pode ajudar o ciclista em longas distâncias?

A tecnologia antiatrito oferece ao ciclista proteção junto a mobilidade, conforto e resistência em treinos de longa distância. Pensando nisso, este artigo apresenta os principais detalhes sobre o tema, demonstrando como um forro com excelente formato anatômico e material com tecnologia pode melhorar a performance nos treinos de bike.

Deseja saber mais sobre o assunto? Siga e leitura e confira as informações que a Equipe MPRO reuniu para você.

Tecnologia antiatrito e sua relação com a performance

Quando as roupas adequadas não são utilizadas, longas distâncias percorridas com uma bicicleta se tornam sinônimo de assaduras e inúmeros outros desconfortos no corpo dos atletas. Encarar terrenos irregulares e pedais de longa distância acaba sendo um verdadeiro sofrimento.

Em entrevista ao portal Ativo, o médico e ortopedista Sérgio Mauricio, que também é ciclista e membro da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte e Exercício, explica que a maioria das feridas em um pedal ocorrem por conta do atrito causado entre o selim e a perna ou virilha. Principalmente devido ao movimento repetitivo do pedal.

A fricção acaba gerando uma inflamação cutânea e vermelhidão, que pode arder, sangrar  e, até mesmo, descamar. A umidade excessiva na região, por conta do suor, aumenta a abrasão – relacionada à eliminação de sais (principalmente o sódio). Com o atrito, também aumenta a possibilidade de assaduras.

É por isso que acessórios para ciclismo devem apresentar requisitos mínimos de qualidade. Entre eles, se destacam: um tecido macio e com baixo índice de atrito, secagem rápida e boa capacidade de respirabilidade.

A escolha correta dos forros das bermudas para ciclismo também é essencial para prevenir o atrito. Estes devem ser confeccionados, preferencialmente, em materiais como espuma multidensidade e design anatômico, com ou sem gel para maior conforto e absorção de impacto.

Produzidos com material antimicrobiano e elaborados com tecnologia antiatrito, os forros especiais para ciclismo MPRO evitam o aquecimento da pele, prevenindo possíveis lesões e garantindo maior conforto para a prática esportiva.

A peça é dotada de características especiais, que garantem resistência e não geram atrito sobre a pele do usuário. Dessa forma, é possível garantir um pedal muito mais eficiente em longas distâncias, com a prevenção de lesões originadas devido ao atrito.

Tecnologia antiatrito e formato anatômico em bermudas

Como vimos, a tecnologia antiatrito presente em roupas para ciclismo auxilia na melhora do desempenho em treinos de longas distâncias. No entanto, outras questões são também muito importantes para uma boa performance no pedal.

Uma delas é o formato anatômico de bermudas e bretelles. Como citado no artigo “Escolha correta do forro para bermuda de ciclismo garante conforto aos atletas”, ao escolher um forro de bermuda para ciclismo, é importante lembrar que a peça – tanto a masculina quanto a feminina – deve ter características de adaptação à anatomia dos indivíduos.

Os forros masculinos, por exemplo, possuem uma área de alívio no períneo. Já os forros femininos se moldam à anatomia da mulher, de modo que qualquer tipo de desconforto causado pelo atrito possa ser evitado.

Então, gostou da leitura? Aproveite para compartilhar este artigo com o grupo do pedal no WhatsApp e com seus amigos nas redes sociais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.